Ministério alicia estudantes de Medicina em formação no estrangeiro

Medida pretende colmatar falta de médicos em Portugal

Os alunos de medicina portugueses que estão a receber formação no estrangeiro poderão terminar o curso em Portugal, segundo anunciou recentemente o Ministério da Saúde, numa medida que pretende fazer face à falta de médicos no país.

A decisão de aliciar os estudantes de Medicina que estão a tirar o curso noutros países para que possam terminar a sua formação em Portugal, pretende combater a falta de médicos, e está já a ser negociada com as universidades nacionais, que manifestaram interesse em acolher estes alunos.

O Ministério garante que se tudo decorrer como o previsto, os primeiros alunos poderão regressar ao país já no próximo ano lectivo.

Actualmente, países como Inglaterra, Espanha e República Checa, acolhem perto de 700 alunos portugueses nos seus cursos de Medicina, 200 dos quais estão a acabar o curso, refere a Lusa.

A medida anunciada agora pela tutela pretende colmatar a falta de médicos que se vive no país, situação que se tem vindo a agravar nos últimos anos devido à «abertura de instituições privadas», e que o gabinete de Ana Jorge pretende ver resolvida com o regresso destes estudantes de Medicina integrando-os em especialidades mais carenciadas.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

Liberty Express

WhatsApp (11) 98184-7230

comercial@libertyexpress.com.br

liberty@libertyexpress.com.br

Skype: ilyane.franco55


 

Nipotech