Ordem dos Médicos concorda com contratação de mais profissionais estrangeiros

Ministério da Saúde pretende chamar clínicos da América Latina

O bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, afirmou hoje que a instituição apoia a intenção do Ministério da Saúde em contratar mais clínicos estrangeiros, mas sublinhou que a Ordem não irá permitir que trabalhem em Portugal “médicos que não tenham a formação adequada”.

A Ordem dos Médicos anunciou hoje que Portugal tem actualmente 4287 médicos estrangeiros a exercer no país e que o Ministério da Saúde pretende avançar com novos acordos para a contratação de mais profissionais. O mercado da América Latina é o alvo.

Pedro Nunes, que falava em declarações à TSF, concordou com a pretensão do Governo mas alertou que é obrigatório assegurar que os médicos a contratar tenhas as qualificações necessárias.

O bastonário sublinhou à rádio que em “muitos lugares do globo, por motivos estritamente económicos, muitas universidades não têm qualidade comparável às universidades portuguesas” e “formam médicos que não são médicos capazes de trabalhar no sistema de saúde português”.

Apesar de apoiar o Ministério da Saúde nesta matéria, Pedro Nunes lembrou que há muitos estudantes de Medicina nas universidades portuguesas que esperam um lugar nas unidades de saúde quando iniciarem o internato. “O que é necessário garantir é que esses médicos sejam aproveitados”, defendeu o responsável.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

Liberty Express

WhatsApp (11) 98184-7230

comercial@libertyexpress.com.br

liberty@libertyexpress.com.br

Skype: ilyane.franco55


 

Nipotech